Você é um diferencial no mercado?

Se você esta lendo essa matéria significa que você tem apenas 3 respostas possíveis:

  •  

 

  • Sim, sou um diferencial;
  • Talvez seja, mas não tenho certeza;
  • Não, não sou diferencial no mercado.

A resposta imediata e intuitiva dá abertura a uma reflexão e análise mais aprofundada sobre o quanto você se diferencia dos outros. Todo indivíduo é um ser único e singular. Mas em termos de trabalho, nem sempre somos únicos e singulares se olharmos pela ótica da sua atuação profissional.

O seu cargo, o segmento de mercado e a especialidade de sua área de atuação difere pouco diante de outros colegas ou concorrentes na mesma condição. O perfil profissional traçado pelas empresas e pelo mercado também pouco ou em nada difere. Então, onde podemos nos destacar diante de tantos outros iguais?

Conhecimento, habilidades, atitudes e comportamentos são os ingredientes principais da diferenciação.

Quanto maior o conhecimento, melhor bem empregadas as atitudes e comportamentos, maior diferenciação haverá entre você e os demais. Para isso, é importante haver mensuração de seus resultados onde a qualidade, a relevância e o impacto deles na organização seja fator de superação e reconhecimento espontâneo e autêntico. Esses são sinalizadores de que a sua atuação tem sido destacada perante outros.

Para todos aqueles que têm a ambição profissional de galgar novas responsabilidades, novos desafios, novos patamares de atuação, e no pacote também se herda novos estresses, é preciso em primeiro lugar ter um conhecimento intrapessoal, ou seja um conhecimento realista e verdadeiro sobre si mesmo. Essa é o enfoque de discussão desta matéria.

O processo de identificação de seus pontos fortes, debilidades e oportunidades de melhoria é em geral doloroso, mas é a chave que desencadeará todo o resto de suas ações. 

Como realizar esse processo sob o ponto de vista organizacional?

O Feedback e a Avaliação de Desempenho são alguns “termômetros” que mediaram a sua evolução.

Abaixo seguem alguns passos objetivos e suportados pela metodologia SMART** para PDI (Plano de Desenvolvimento Individual):

  • Identificar fortalezas, debilidades e áreas de oportunidades para Conhecimento, Habilidade, Atitude e Comportamentos;
  • Desenhar um plano de desenvolvimento (metodologia SMART);
  • Ter a ajuda das pessoas que você julga eficientes e referenciais nos pontos onde você quer evoluir;
  • Colocar em prática no dia-a-dia do trabalho e das relações interpessoais;
  • Avaliar;
  • Saber comunicar os resultados por meio da evolução do seu aprendizado de modo objetivo, humilde, cativante e influenciador.

 

Então, você é um diferencial de mercado?

 

** Metologia Smart foi escrita George T Doran, Arthur Miller e James Cunningham em 1981 e passou fortemente ser adotada pelas corporações a partir dos anos 2000.

 

Autora: Fabiana Iokoi 

Deixe sua avaliação: 

Average: 4.7 (6 votes)